Experiência fúnebre

Experiência fúnebre

(Esse post é de 2013, mas ele estava perdido em algum lugar. Conversando com um amigo hoje, terminei o encontrando e resolvi resgatá-lo.)

Uma das grandes notícias que permearam as redes sociais, as TVs e os jornais naqueles dias foi a morte do vocalista e compositor Chorão, da banda Chalie Brown Jr. Morte prematura, provavelmente vítima das drogas e tal, mas o que mais me chamou atenção em tudo que vi e li a respeito, nada tem a ver com a arte que ele fazia ou o seu momento pessoal difícil pelo qual estava passando, mas sim a enorme limusine funerária da Tributum Special Assistence, que seguiu em cortejo pelas ruas de Santos. Talvez seja o tal do “olho-clínico”, mas só me lembro ter visto uma limusine pra transportar caixões assim, no enterro do Michael Jackson. Mas não com um nome tão engraçado. Então, lá fui eu procurar a respeito, pois achei curioso aquele simples transporte de caixão, transformado num evento diferenciado numa enorme limusine branca Chrisler. E acabei por descobrir a Memorial Necrópole Ecumênica. Um cemitério que possui o título do cemitério vertical mais alto do mundo segundo o Guiness Book! Fica na cidade de Santos e conta com mais de 14 mil urnas funerárias distribuídas em prédios de até 14 andares. De bela arquitetura, os prédios foram construídos no sopé de um dos morros da cidade, a ponto de se tornar uma das principais atrações turísticas de Santos.

funebre2

Poderia dizer que é um local onde se trata a morte com certa dignidade, pois o serviço inclui urnas importadas da Itália e da Argentina (dizem que são as melhores) e mais um catatau de serviços para tornar esse momento tão difícil em uma experiência, vamos dizer assim, ‘mais agradável’.

Dividida em 3 tipos de planos: Orquídea, Lírio e Jasmim, a Tributum oferece serviços de documentação, preparação e cosmética corporal, paramentação exclusiva, limusines para cortejo, veículos para transporte da família, assessoria especializada para a família, catering service, registro eletrônico de mensagens, orientação jurídica, apoio psicológico e salas especiais para velórios. E o mais impressionante de tudo: existe a possibilidade ainda de ser produzido a partir de uma mecha de cabelo do falecido (que contêm carbono), um diamante! O chamado ‘Brilho Infinito’, produzido em associação com uma empresa espanhola e onde é possível ainda gravar o nome da pessoa a laser na pedra! Design de serviço e experiência de evento pura e aplicada na veia! Achei surreal, mas ao mesmo tempo incrível.

O velório de 7 dias do Hugo Chávez também se transformou num programa de final de semana em Caracas com direito a churrasquinho, barraquinhas vendendo raspadinha, camisetas e brindes…

funebre3

Claro que a morte deve ser tratada com respeito e não sei se essa ‘homenagem de luxo’ no fundo acrescenta algo a mais pro morto (sic!) ou pra sua família e amigos. Talvez só faça prolongar o sofrimento e onde ostentações luxuosas fúteis acabem por maquiar ou destruir as verdadeiras demonstrações de amor pelo ente querido, mas foi impossível pra mim, não deixar de perceber o objetivo e diferencial desse negócio, e de observar que até a morte, pode ser ’embalada’ de maneira criativa e diferente, apesar de obviamente ser mórbido.

Artigo também publicado no Medium

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.